quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Haikais


sede de poesia,
que nem da água qu'eu bebo:
elixir da vida

ser sempre normal,
que coisa mais anormal!
sê de tudo um pouco...

nosso amor não se encaixa
na exata matemática:
erramos na tabuada

o sol é prá todos:
o vizinho descansa
à sombra da mangueira

tal pai, tal filho:
a moça reboladeira
passeando na calçada

regina ragazzi

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que bom você ter vindo!Deixe seu comentário Obrigada!!